Marketplace: guia definitivo para que você possa entrar neste mercado |

Marketplace

Marketplace: guia definitivo para que você possa entrar neste mercado

Avatar

Victor Pacheco

|

23/04/2021

|

16 min de leitura

|

Voltar

16 min de leitura

O Marketplace se trata de uma plataforma que permite que vários lojistas dentro do mesmo site se unam. Segundo dados da Associação Brasileira de Startups (ABS), 8% dos modelos de startups de sucesso já entraram neste meio de investimento que é o Marketplace. Esse crescimento gradativo se dá devido a evolução do comportamento natural do mercado em geral, que vem ganhando novas proporções.

Não existe uma fórmula mágica para crescimento e sustentabilidade desse modelo de empreendimento. As estratégias aplicáveis ​​existentes, ajudarão a criar um mercado escalável, gerar mais receita e atrair mais compradores e vendedores para o seu negócio.

Se você deseja aprender essas técnicas para criar um Marketplace, forneceremos algumas técnicas que você poderá aplicar gradativamente ao seu negócio para otimizar seu desempenho e garantir a longevidade de sua empresa.

Também precisamos estabelecer uma comparação entre o e-commerce e o Marketplace, o que se deve principalmente aos desafios operacionais de cada mercado. Desta forma, você poderá entender melhor qual negócio se aplica à sua situação real e, assim, entender como ter um Marketplace de sucesso. Boa leitura!

Modo de operação de mercado: mecanismo 

O mecanismo de operação do Marketplace também pode ser comparado a um shopping. No shopping center, vários fornecedores alugam um box ou uma localização no shopping e compartilham o tráfego dos clientes que passam. Porém, para entender como funciona o Marketplace, o tratamos como um shopping virtual. Ao contrário do e-commerce, que é apenas uma loja virtual com apenas uma marca e um fornecedor.

A plataforma de funcionamento do Marketplace tem potencial de escala maior porque é apenas uma estrutura que reúne vários lojistas (como shoppings). Você pode comparar preços rapidamente aqui e listar os prós e contras que algumas empresas podem trazer.

A forma de operação do projeto 

Os empresários que possuem todo o processo de operação do mercado são responsáveis ​​por entregar os produtos aos clientes, enquanto os vendedores são responsáveis ​​por vender a si próprios.

Exemplo de Marketplace 

Mercados digitais como Uber, Airbnb, AliExpress e OLX são bons exemplos de mecanismos de operação de Marketplace, e até mesmo o Facebook sempre aderiu a estratégias de negócios muito semelhantes às operações de mercado.

A grande oportunidade é que no mercado online e mecanismo de atuação do Marketplace, você pode anunciar qualquer produto ou até mesmo fornecer serviços específicos. Portanto, em projetos relacionados a operações de mercado, ao contrário das lojas físicas que se aplicam apenas a produtos físicos, os mercados digitais e as operações de Marketplace podem ser produtos digitais (cursos online, e-books, jogos online e outros produtos) e a prestação de serviços (Maquiador, pintor, administrador, etc.).

A questão básica de como funciona o Marketplace é decidir qual é o nicho de mercado para o produto ou serviço que será bem administrado, pois isso criará uma identidade no seu negócio, e com isso, seu funcionamento e divulgação serão mais fáceis.

Visto que você tem um melhor entendimento conceitual desse mercado, vamos apresentar em detalhes como esse mercado funciona na prática.

Como funciona marketplace: Os Vendedores 

Considerando o funcionamento do Marketplace, devemos entender que neste mercado comercial partimos do fornecedor (vendedor), porque se você não fornecer algo, você não conseguirá atrair o consumidor final para a sua plataforma e seguir em frente.

Porém, deve-se definir se deseja iniciar o mercado de atuação fornecendo produtos ou serviços, pois existem diversos tipos de demanda de mercado, e cada modo de atuação do mercado possui um modelo de receita diferente.

Dessa forma, existem muitos tipos de vendedores de acordo com o segmento de mercado que você escolhe servir:

  • Lojista: empresário que atua no varejo e na venda de produtos físicos em um segmento específico de mercado. Se você deseja criar um mercado sobre como funciona o mercado B2C.
  • Indústria, distribuidores, atacadistas: a empresa anterior na cadeia de vendas ao consumidor final.
  • Empresas de Serviços: empresas que prestam serviços a usuários finais ou outras empresas, como escolas infantis que prestam serviços a pais de crianças pequenas ou empresas de consultoria de gestão que prestam serviços a empresas.
  • Profissionais Liberais: microempreendedores ou freelancers geralmente prestam serviços a usuários finais, como pintores, encanadores, diaristas ou mesmo designers gráficos.
  • Pessoas Físicas: Este perfil pessoal é adequado tanto para o mercado de serviços quanto para o mercado de produtos, porque uma pessoa pode vender mercadorias ou fornecer serviços (como se tornar um motorista de Uber) como em um mercado livre.

A dica sobre o Marketplace é que ele funcionará com base no perfil das pessoas em que você está trabalhando. Portanto, é importante entender se se trata de um mercado de produtos ou serviços, e se é B2B, B2C ou C2C.

Qual a diferença entre e-commerce e Marketplace? 

Percebemos que muitos empresários se perguntam: Devo abrir o e-commerce ou apostar na plataforma Marketplace? Pode-se dizer que essa é uma questão muito relevante que deve ser levantada antes de investir e entender como criar uma plataforma.

Sabemos que para construir o e-commerce não basta apenas criar um site, disponibilizar produtos e aguardar a chegada do pedido. Você precisa gastar tempo em marketing e logística. Cada etapa tem um prazo e exige que o dono da loja cuide de tudo por conta própria. Portanto, é necessária uma consideração cuidadosa.

Neste ponto, estamos nos referindo ao e-commerce. No entanto, no que diz respeito à plataforma Marketplace, a situação é completamente diferente e oposta. Por exemplo, o investimento em marketing é responsabilidade do dono do Marketplace, pois quanto mais tráfego um site gera, mais vendas o vendedor realiza na plataforma de mercado, maior é a receita.

Portanto, investir no negócio de Marketplace é mais desafiador. Por depender de ser um excelente display virtual, pode habilitar e gerenciar a disponibilidade de diversos produtos ou serviços em um único ambiente online. Para isso, serão necessários recursos financeiros, que podem ser obtidos por meio de fundos de investimento, aceleradores de startups e investidores anjos, por exemplo.

O que é preciso para montar um Marketplace? 

Lembre-se de que nem aceleradores nem fundos de investimento investirão em startups que não tenham apelo inicial. Além de ter um MVP e boas ideias, você também precisa analisar alguns KPIs (indicadores-chave de desempenho), ou seja, medir alguns números importantes para mostrar que seu projeto de mercado está no caminho certo.

Mas, quais são esses KPIs para iniciar meu projeto e iniciar meu projeto? A resposta é: depende. Essas métricas podem ser associadas a estratégias de marketing (como campanhas publicitárias) ou ao número de vendedores que permanecem na plataforma em um determinado período de tempo.

Após realizar pesquisas sobre diversas startups seguindo esse modelo de negócio, a Accel é um dos maiores fundos de investimento do mundo e elaborou uma lista dos 10 KPIs mais importantes para o mercado. Abaixo, nós os separamos de acordo com a prioridade:

  1. Sua empresa precisa ter escalabilidade;
  2. A ideia precisa ser lucrativa;
  3. Sazonalidade;
  4. Atividade;
  5. Engajamento;
  6. Retenção;
  7. Concentração;
  8. Aquisição;
  9. Retorno sobre Investimento (ROI);

Todos eles precisam ser considerados e medidos adequadamente para provar o potencial do negócio. Normalmente, você precisa especificar quais serão os KPIs mais importantes no estágio atual do projeto e medí-los de forma contínua e correta para determinar se os resultados são bons. Os investidores gostam de descobrir novas oportunidades com grande potencial.

Em seguida, tente provar que sua ideia tem esse potencial por meio de alguns identificadores de desempenho. Desta forma, você pode atrair investimentos com sucesso para o seu projeto.

Mas onde posso encontrar investidores e estabelecer conexões com fundos de investimento? 

Participe de atividades que atraiam investidores. Além disso, você pode usar o LinkedIn para encontrar essas pessoas e criar uma boa rede.

É muito melhor obter fundos de investimento introduzidos por alguém da rede LinkedIn do que investimento direto.

Para qualquer mercado que queira atingir a maturidade, grandes empresas como Uber, Airbnb, Ebay e Netshoes devem apostar em algumas condições importantes para melhorar suas operações.

Como construir um Marketplace de sucesso? 

Em primeiro lugar, devemos prestar atenção a algumas funções básicas para criar uma plataforma de vendas de sucesso. Vamos dar uma olhada neles abaixo para melhorar seu projeto para o Marketplace:

Veja se há interesse em seu mercado 

Existem compradores e vendedores suficientes em seu mercado para que todo o site funcione adequadamente sem causar perdas financeiras à sua ideia para o Marketplace?

Um mercado desequilibrado é como um serviço Uber sem motoristas suficientes, fazendo com que os passageiros (clientes) percam a confiança no serviço e encontrem outros que atendam às suas necessidades.

Portanto, atrair cada vez mais vendedores para entrar em seu Marketplace é fundamental para a sobrevivência do negócio. Portanto, uma grande parte do sucesso de sua plataforma Marketplace depende do número e da qualidade dos fornecedores que executam nessa plataforma.

O preço de mercado não deve ser alto 

Aqui, alguns empreendedores que buscavam entender o processo do Marketplace cometem erros terríveis.

A ideia da plataforma Marketplace é fornecer serviços e produtos mais baratos do que outros fornecedores do mercado e fornecer comissões que sejam suficientes para gerar bons retornos.

Podemos observar este comportamento em um mercado de produtos como o Buscapé, há um espaço especial para vendedores que oferecem preços baixos por seus produtos.

Priorize a velocidade de entrega 

Você pode ofertar produtos ou serviços em seu Marketplace em um tempo de entrega satisfatório no seu projeto de como criar um Marketplace do zero?

Se o seu mercado não tiver nenhuma diferença na velocidade de entrega em comparação com a oferta atual, provavelmente o seu negócio não irá decolar. Portanto, seja sempre ágil na entrega de produtos ou serviços.

Abra espaço para produtores menores 

Como você viu antes, existem muitos fornecedores no mercado com operações mais escalonáveis ​​e esses fornecedores estão agrupados no site. No entanto, muitos empreendedores que desejam construir um mercado em como criar um Marketplace do zero, se concentram apenas em trazer grandes vendedores para a plataforma, o que traz uma receita considerável para a empresa.

No entanto, esquecem que só com o foco nos grandes vendedores fica difícil negociar taxas de juros favoráveis ​​a sua plataforma de Marketplace, pois conseguem ser mais agressivos e diretos nos lucros que estão dispostos a pagar.

Portanto, em um mercado descentralizado, em termos de TPV (valor total do produto – volume financeiro de transações dentro do site), a diversidade de vendedores é muito grande, e você pode gerar maior competitividade sem ter que depender de um único negócio para trazer uma renda generosa ao site.

Portanto, tente mudar o seu foco, buscando atrair vendedores de todos os portes. Além de criar mais oportunidades dentro do ecossistema, você também pode criar uma rede de preços diversificada para beneficiar mais usuários finais que procuram produtos ou serviços no site.

Proporcione uma experiência aprimorada 

Seu mercado deve sempre tentar investir na melhor tecnologia disponível para proporcionar uma experiência melhor que a dos concorrentes no seu projeto de como criar um Marketplace do zero. Veja o Uber como exemplo: ele permite que você solicite um motorista particular com apenas um toque do seu smartphone, sem pagar em dinheiro.

Mas, é claro, o uso de tecnologias que proporcionam uma melhor experiência dependerá de seu orçamento atual. Se você não tem muito dinheiro para investir, concentre-se primeiro nos elementos básicos, como atrair e reter vendedores, o que pode ser alcançado por meio da negociação de margem.

Construa um sistema de confiança mútua 

Quando você atrai mais vendedores para seu site nos passos sobre como criar um Marketplace do zero, o mercado precisa fornecer uma maneira de provar a confiança nos produtos ou serviços que fornece. Uma maneira é fornecer um sistema de classificação no mercado. Desta forma, o comprador que realiza a pesquisa de preços encontrará avaliações que o ajudarão a tomar uma decisão de compra.

Ao estabelecer um sistema de avaliação em como criar um Marketplace do zero, você pode reduzir o número de dúvidas de potenciais clientes que procuram um produto específico, pois pode facilitar o processo de compra do usuário. Pode parecer pequeno, mas esse fator pode expandir muito o seu mercado.

E quanto a entrega do Marketplace? 

Ao contrário das lojas virtuais, o Marketplace se concentra na diversidade de lojas e fornecedores que exibem produtos como shopping centers virtuais. Em outras palavras, deve-se ressaltar que o único responsável pelo processo de entrega é o anunciante e não o site que disponibiliza o espaço de venda.

Tomando o Mercado Livre como exemplo, a plataforma disponibiliza apenas espaço publicitário e de vendas. O vendedor é responsável pelo recebimento, processamento e envio dos pedidos, sendo responsável por todas as etapas relacionadas à logística. Nos tópicos a seguir, você pode entender melhor o mercado de frete, e a questão do modelo de mercado de frete.

Gestão de inventário

O controle do produto – quantidade x demanda, estoque mínimo, reposição, separação, etc. – é de responsabilidade do vendedor. Se você também possui uma loja virtual ou física, deve gerenciar seu estoque de forma que atenda aos três requisitos para minimizar problemas como faltas e itens em excesso.

Gestão de frete 

É necessário entender a política de envio formulada em frete Marketplace. O valor descrito na tabela utilizada pode ser o valor da transportadora. Porém, o vendedor deve manter o valor atualizado na plataforma.

Gestão de entrega 

O processo de separação, embalagem e transporte também depende do vendedor que busca sobre o frete Marketplace. É preciso lembrar que essas etapas também são contadas na data de entrega repassada ao cliente. Ou seja, além do tempo de transporte determinado pela transportadora, deve-se atentar também para a conclusão dos procedimentos internos em tempo hábil para evitar atrasos.

Atualizar pedido 

O vendedor também é responsável por atualizar o status e a evolução dos pedidos recebidos pela plataforma.

Como melhorar a logística no frete para Marketplace? 

Investir na melhoria dos processos logísticos e frete é uma das estratégias mais eficazes para alcançar resultados mais satisfatórios e ainda melhorar o relacionamento com os clientes.

Aqui estão algumas dicas sobre o que você pode fazer em relação ao frete Marketplace:

Mantenha o estoque em sincronia 

Como dissemos, para empreendedores que usam vários canais de vendas (por exemplo, e-commerce e lojas físicas), o estoque deve ser cuidadosamente gerenciado para torná-lo suficiente para atender à demanda.

Isso envolve a contagem e atualização constante das quantidades disponíveis para vendas presenciais e armazenadas, com o objetivo de abastecer a loja e ainda participar das vendas virtuais. Portanto, é necessário monitorar o nível e estar atento ao tempo ideal de reposição considerando o processamento do pedido e o prazo de entrega do fornecedor.

Tente fornecer preços e termos mais competitivos 

O preço do frete Marketplace e o prazo de entrega são os principais motivos para desistir de compras no ambiente virtual. Em um mercado cada vez mais competitivo, é necessário encontrar alternativas que ajudem a atrair a atenção dos clientes e motivá-los a comprar mercadorias.

Nesse sentido, vale a pena buscar opções para as operadoras diversificarem o portfólio desses parceiros de negócios, principalmente em relação ao frete Marketplace.

Tecnologia de investimento 

Atualmente, é quase impossível realizar qualquer atividade sem assistência técnica. O trabalho manual leva mais tempo e está sujeito a erros, por isso é ineficiente. Ao investir em recursos técnicos, todas as tarefas, como rastreamento de pedidos e gerenciamento de frete Marketplace, tornam-se mais eficazes. As principais opções estão listadas abaixo:

Planejamento de Recursos Empresariais 

O ERP é um sistema de gestão integrado que permite acompanhar as diferentes rotinas do seu negócio. Por exemplo, o software ajudará a inserir pedidos, monitorar os níveis de estoque, gerar documentos necessários e controlar os resultados financeiros.

Gestão de relacionamento com o cliente 

CRM é um sistema que tem como foco o relacionamento com os clientes. Por meio dele, é possível criar um banco de dados que contém informações relevantes sobre os consumidores, com foco na melhoria dos serviços.

Como escolher a melhor plataforma em como criar um Marketplace do zero? 

Depois de entender alguns conceitos sobre o Marketplace, é hora de finalmente fazer a escolha para que sua empresa seja aberta o quanto antes. Importante ressaltar que o principal fator de escolha deve ser a facilidade e simplicidade ao se usar a plataforma. Isso porque se o cadastro de produtos, serviços ou oportunidades for muito complexo aos olhos daqueles que utilizam o Marketplace, você não terá parceiros e, consequentemente, não terá um negócio lucrativo.

Além disso, opte por uma plataforma que não fique sobrecarregada devido a muitos acessos ou apresente erros que impactem a experiência do usuário. Quando sua loja virtual começar a fazer sucesso e isso se tornar algo constante, seu site não pode ficar fora do ar durante nenhum momento se quer. Para isso não acontecer, melhorando as informações se baseando em dados importantes sobre Marketplace, faça todos os testes necessários antes de colocar a plataforma no ar.

Se ainda tiver dúvidas sobre qual tipo de plataforma escolher para melhorar sua jornada em como criar uma plataforma online, a melhor coisa a se fazer é entrar em contato com um time de especialistas que entende do assunto. Assim, você consegue apoio para executar sua ideia da melhor forma sem deixar a qualidade de lado.

Quer ajuda em sua plataforma para criar Marketplace? Entre em contato conosco agora mesmo!

Agora que você já sabe mais sobre o Marketplace, é hora de tirar todas as ideias do papel e passar a ter um lucro cada vez maior.

Ainda não sabe por onde começar? Então você está no lugar certo, pois podemos lhe ajudar a desenvolver uma assertiva plataforma com base nas informações sobre Marketplace.

Logo depois de entrar em contato conosco, basta nos fornecer maiores informações sobre o que você deseja executar e iremos lhe enviar uma proposta comercial personalizada. Em seguida, após o fechamento de negócio com a Public Online, é hora de finalmente colocar sua ideia em prática.

Conte conosco para receber apoio na hora de como ter uma plataforma para criar Marketplace e entender mais sobre este mercado e demais assuntos técnicos! Agende uma reunião com nossos especialistas agora mesmo e não perca tempo.

Gostou do conteúdo acima sobre o mercado sobre o Marketplace?

Acompanhe nossos próximos posts e deixe um comentário para nós!

© 2020 Public Online Transformação Digital | Todos os Direitos Reservados